A Cultivar de dezembro promete refrescar o seu verão!

Basta passar a mão e pronto! Terá na sua palma o perfume mais refrescante da horta.

Anúncios

Imagem1

Com aroma inconfundível a Hortelã tem o poder de transformar calor em frescor.

Erva nativa de regiões temperadas da bacia do Mediterrâneo e Ásia ocidental a Hortelã pertence ao Gênero Mentha e é conhecida por seu aroma muito refrescante. Esta plantinha tem esta fantástica característica por possuir uma substancia chamada de Mentol. Famosa nos cremes dentais ela tem a capacidade de estimular os “nervos de frio” do nosso corpo e logo, causar tal sensação.

É como se nosso cérebro interpretasse que a temperatura do ambiente está baixando!

Dos vários tipos de hortelãs aclimatadas no Brasil, todas são originárias da Europa e atualmente encontram-se em todos os Estado do nosso país.

Famosa na gastronomia mundial pelo seu sabor intenso em pratos como o árabe Tabule ou acompanhando um belo Pernil de Porco é também conhecida por seus princípios medicinais, sobretudo no poder digestivo. Nada mal para quem preferiu a opção do Pernil né?

No entanto o que poucas pessoas sabem é que a Hortelã é uma poderosa repelente de insetos. Podendo ser usada tanto na sua horta para afugentar predadores como dentro de casa no combate a mosquitos e moscas.

Conta a mitologia Grega que Hades, deus do submundo, casado com Perséfone, tinha como amante a ninfa Mentha, até que Demeter, mãe da ciumenta Perséfone, descobre o caso e conta para a filha. Esta teria surrado Mentha ao ponto dela desintegrar-se, e de seus restos a deusa teria criado a planta Menta parente próxima da Hortelã.

Coincidência ou não com o tal barraco que acabou na surra da coitada da deusa, as plantas deste grupo também possuem um forte poder cicatrizante, ao serem maceradas e em forma de pasta utilizadas diretamente sobre feridas e machucados. Esperamos que dessa dica, você nunca precise!

Porém, se você quiser saber mais coisas sobre a Hortelã e continuar refrescando seu verão como dicas de cultivo, receitas e curiosidades super legais fique ligado no nosso blog que nas próximas semanas tem mais.

Bons cultivos!

Aprenda a fazer um delicioso e saudável Ketchup!

Você já se perguntou como é feito um molho Ketchup? Ou quais ingredientes vão nele além do Tomate?

Infelizmente, se ldennis-klein-129931ermos a maioria dos rótulos dos Ketchups que compramos nos supermercados veremos duas palavras que não são muito bem explicadas ali, os condimentos e conservantes. Elas fazem referência a uma série de compostos químicos sintéticos ou em outras palavras não encontrados na natureza.

Dessa forma, aquelas letrinhas e números esquisitos (INS321, INS211 ou INS621) que mais se parecem com nomes de robôs de filmes de ficção científica e se tornam um grande mistério para a maioria das pessoas, nada mais são do que aditivos artificiais usados para não permitir a manifestação de microrganismos, melhorar a aparência, sabor, textura, etc…

A ciência ainda não definiu muito bem se estas substancias podem fazer algum mal ou estarem associadas a certas doenças. Porém, o que se sabe com certeza é que bem elas não fazem!

Agora me responda uma coisa, se você tiver a opção de consumir algo muito saboroso, com uma aparência fantástica, com a certeza de estar beneficiando a sua saúde e conhecendo todos os ingredientes que está ingerindo, você ainda daria preferência por algo tão desconhecido e duvidoso?

Pensando nisso e lembrando que na semana passada o blog do Quintal Urbano passou dicas certeiras para você cultivar lindos tomates, voltamos nessa semana para propor que você viva sua experiência de cultivo produzindo o seu próprio Ketchup!

Saudável, muito mais saboroso do que aqueles comprados e com a alegria de bons momentos que o ato de cozinhar pode trazer.

Para isso você precisará de:

  • 1,5 kg de tomate de preferência o tipo Italiano e bem maduro
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) de semente de cominho moída
  • 1 colher (chá) de semente de erva-doce
  • 1 colher (chá) de gengibre ralado
  • 1 pitada de cravo-da-índia em pó
  • 3 colheres (chá) de sal
  • ½ xícara (chá) de água
  • ½ xícara (chá) de vinagre de vinho branco
  • ½ xícara (chá) de açúcar mascavo

Após reunir todos os ingredientes, retire a casaca e sementes dos tomates e pique-os. Pique também a cebola e os dentes de alho e refogue-os no azeite até dourarem. Acrescente o semente de cominho moída, a erva-doce, o gengibre, o cravo-da-índia e o sal. Introduza os tomates e a água, misture e deixe cozinhar por mais 20 minutos em fogo baixo ou até reduzir pela metade.

Passando isso, coloque tudo no liquidificador e bata até o molho ficar bem liso. Retorne-o para a panela, coloque o açúcar e o vinagre. Quando ferver baixe bem o fogo deixando cozinhar por mais 10 minutos e mexendo de vez em quando. Ao fim, deixe esfriar em temperatura ambiente, depois passe para geladeira num recipiente esterilizado.

Agora é só degustar o seu delicioso molho Ketchup!

Cozinhar é um ato de amor, liberdade e felicidade. Aproveite bons momentos na cozinha se divertindo e cuidando das pessoas que você mais ama, lembrando que uma delas sempre será você mesmo!

Bons cultivos!