A cultivar do mês dança no ritmo do samba!

Para abrirmos nosso primeiro mês de experiências de cultivo iremos explorar o mundo da Couve. Ela que acompanha um belo samba, junto de uma boa feijoada brasileira, tem se tornado cada vez mais popular por ser um símbolo da boa saúde entre os apreciadores do famoso suco verde. O que pouca gente sabe é que este vegetal vem sendo cultivado desde a antiguidade por turcos e gregos em regiões do mediterrâneo.

Derivada de um ancestral selvagem com folhas mais estreitas, a Couve possuí uma diversidade de variedades. Existem Couves com folhas largas, outras com folhas menores, escuras, claras, com caule alto, baixo, enfim, tem Couve pra todos os gostos.

A Couve é um alimento repleto de vitaminas e minerais. Podemos citar as vitaminas C, B-3, B-5, B-6. Sobre os minerais, ela possui ferro, fósforo, cálcio, cobre, manganês, selênio, potássio e zinco. É importante salientar que o ferro contido na couve é diferente do ferro contido na carne, por isso, embora este alimento seja muito saudável, não deve ser comparado à carne quando o assunto é este mineral.

Devido a grande variedade de sais minerais seu suco pode substituir as tradicionais bebidas isotônicas. Ela também é um importante antioxidante e devido à concentração de vitamina C fortalece o sistema imunitário. É um alimento rico em fibras, o que auxilia o sistema digestório nas suas funções.

Vai na Couve que a saúde agradece!

Deixe uma resposta